Psoríase

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje vim falar para vocês sobre uma doença freqüente do consultório: a psoríase.

Psoríase

A psoríase é uma doença inflamatória da pele que pode acometer qualquer parte do corpo. A lesão clássica é uma placa elevada avermelhada das quais saem escamas ou descamação, apresentando algumas áreas de predileção. Pode acometer cotovelos, joelhos, o couro cabeludo, unhas, palmas das mãos, plantas dos pés e também as articulações, podendo causar dor, inchaço, limitação de movimento e até deformação.

Tanto crianças como adolescentes podem apresentar essa doença, mas é mais comum em adultos e acomete homens e mulheres na mesma proporção.

Não há uma causa específica para a psoríase, sendo ela considerada uma doença multifatorial. Qualquer pessoa pode vir a apresentar psoríase, entretanto, indivíduos com alguém na família com a doença têm uma chance maior. Infecções de garganta, e alguns medicamentos, por exemplo os antidepressivos e anti-inflamatórios, podem levar ao aparecimento da psoríase ou mesmo a piora do quadro para quem já tem. A síndrome metabólica, composta por hipertensão, diabetes e obesidade, também é outro fator determinante na perpetuação da doença.

Uma coisa importante de ser dita aqui é que ela não é uma doença contagiosa.  Portanto o contato direto, o compartilhamento de objetos, o frequentar o mesmo ambiente, não oferece risco para outras pessoas.

O reconhecimento preciso da psoríase deve ser realizado pelo médico dermatologista que, examinando o paciente, vai saber fazer o diagnóstico e tratamento acertados.

Tratamento

O tratamento varia com a forma da doença e com a extensão do acometimento do corpo.

Devemos avaliar doenças metabólicas como a hipertensão arterial e o diabetes, estimular nos pacientes redução ou parada do tabagismo, a reeducação alimentar e realização de atividades físicas visando a perda de peso. Todos estes pontos são fundamentais na melhora deste paciente ao mesmo tempo que institui-se o tratamento medicamentoso.

Geralmente, indivíduos com formas leves e localizadas de psoríase podem ser tratados com hidratantes, cremes, pomadas e banhos de sol. As formas mais extensas ou graves podem se beneficiar através do uso de fototerapia, tratamentos orais ou injetáveis.

O que temos hoje disponível é uma ampla variedade de possibilidades terapêuticas eficazes que podem induzir à remissão do quadro dermatológico e também articular, melhorando a qualidade de vida e auto-estima destes pacientes. Por isto, procure seu dermatologista para uma avaliação e decidir em conjunto o melhor tratamento.

Por hoje eu fico por aqui. Deixem suas Duvidas, comentários e sugestões. Até a próxima.


Por Dr. Fernando Tagliarini – Médico especialista pela sociedade  brasileira de dermatologia.